Floresta Norueguesa

O Norwegian Forest Cat é uma das raças de gatos mais antigas. Caracteriza-se pelo seu grande porte e pela sua pelagem abundante e longa, para enfrentar o frio extremo da sua região. Gosta de escalar, correr e brincar, por isso precisa viver em espaços amplos.

Foto do rosto do gato norueguês da floresta.
  • Nome científico: Felis silvestris catus.
  • Outros nomes: (em norueguês), Norsk skogkatt ou Norsk skaukaes. Gato norueguês da floresta.
  • País de origem: Noruega.
  • Reconhecido por: FIFe – CFA – TICA – WCF.
  • Tamanho: Excelente.
  • Cor dos olhos: Olhos azuis, verdes, dourados, incompatíveis (todas as cores são permitidas).
  • Peso: Entre 5 e 9 quilos.
  • Personagem: Inteligente, carinhoso e calmo.
  • Exercício: Metade.
  • Encrenqueiro: Moderado.
  • Limpeza: Um monte de.
  • Perda de cabelo: Alto (especialmente durante a época de muda).
  • Esperança de vida: 8 a 14 anos.

♦ Origem:

Os gatos noruegueses da floresta são uma raça muito antiga. Sua pelagem abundante e espessa é produto da evolução natural, para resistir ao frio extremo escandinavo.

A criação dessa raça de gatos começou a lidar com a caça de ratos nas fazendas norueguesas. Não se sabe como surgiram neste país, por um lado, acredita-se que alguns marinheiros trouxeram gatos persas em seus barcos e estes cruzaram com gatos locais, enquanto outros acreditam que se deve a uma mutação genética natural dos gatos escandinavos.

A criação desta raça começou em 1930 e foi apresentada pela primeira vez em Oslo em 1938. Embora a criação sistemática tenha sido interrompida no início da Segunda Guerra Mundial, foi retomada na década de 1970.

Em 1972 foi reconhecido pelas associações norueguesas de criação de gatos, enquanto a FIFe o fez em 1977.

 

Imagem do gato norueguês da floresta no inverno.

♦ Características físicas:

Eles têm um tamanho grande, ossos robustos e pêlo abundante no inverno, que muda no verão.

Gato Norueguês da Floresta » razadegatos.info

Corpo

  • Tronco: Longo e robusto.
  • Patas: Suas pernas são longas e musculosas, com pelos entre os dedos. Os traseiros são mais longos que os dianteiros.
  • Rabo: Espinhoso e comprido.
  • Musculatura: definiram.
Gato Norueguês da Floresta » razadegatos.info

Cabeça

  • Estrutura: Frente triangular e ligeiramente arredondada.
  • Orelhas: Médio e ereto, com pelos por dentro e por fora.
  • Olhos: Grande e amendoado, ligeiramente oblíquo e bem aberto.
  • Focinho ou focinho: Queixo arredondado e firme.
Gato Norueguês da Floresta » razadegatos.info

Pelagem

  • Cara: Longo e com duas camadas de pêlo: a superior com pêlo comprido que funciona como uma pelagem impermeável, e a inferior que é mais espessa. Sua textura é gorda e pesada.
  • Padrão: Sólido, tartaruga, bicolor, tricolor/chita, tabby, tique-taque, fumê, sombreado.
  • Cores: Branco, preto, azul, vermelho, creme, prata, dourado, camafeu (chinchila vermelho), carapaça de tartaruga, azul creme, marrom.

♦ Personalidade:

Eles são conhecidos como doces gigantes e, apesar de seu tamanho, são dóceis e calmos. São sociáveis, extremamente curiosos e muito brincalhões. Eles se entregam totalmente aos seus donos, enquanto com estranhos são tímidos e geralmente evitam o contato.

Eles são hábeis em escalar e pular. Eles gostam de correr, se esconder, brincar e caçar, por isso é importante ter prateleiras e espaço para correr, seja um jardim com árvores ou uma varanda segura, para que possam brincar, escalar e pular. Ele é territorial e gosta de patrulhar várias vezes ao dia para se certificar de que tudo está bem.

♦ Comportamento doméstico:

O Norwegian Forest Cat é um gato muito sociável, brincalhão, calmo e com muita energia. Pode conviver com crianças, outros gatos, animais menores ou até cães. São muito tolerantes e amigáveis, por isso raramente ficam nervosos, desde que sejam devidamente socializados durante o período de reprodução.

Embora goste da natureza, pode viver dentro de casa, embora seja recomendado que tenha espaços amplos onde possa se movimentar e brincar, principalmente com um companheiro felino. Por isso, é recomendável que não seja o único gato doméstico da casa.

Foto do gato da floresta norueguês ou em inglês (gato da floresta norueguês).

♦ Saúde:

Uma doença para a qual o Norwegian Forest Cat está predisposto é a cardiomiopatia hipertrófica. Que é o resultado de um espessamento assimétrico no ventrículo esquerdo. O método para detectar a doença é realizar um ultrassom cardíaco nos gatos com os quais os filhotes vão nascer, a fim de detectá-la em um estágio inicial e evitar que os gatinhos que nascem sofram com isso. Seu diagnóstico oferece várias possibilidades de tratamento que permitem que os gatinhos tenham uma vida longa.

Eles também podem ter doença de armazenamento de glicogênio (glicogênese tipo 4). O que se deve a um gene recessivo. Se um gatinho herdar o gene de um de seus pais, ele se torna um portador e pode transmiti-lo aos descendentes. Em vez disso, se o gato herdar o gene de ambos os pais, a doença pode levar à falência de múltiplos órgãos, devido ao desuso e armazenamento excessivo de glicogênio no fígado, músculos e células nervosas. Portanto, os gatinhos afetados apresentam um distúrbio neuromuscular a partir dos 5 meses de idade e sua expectativa de vida é entre 10 e 14 meses de idade.

♦ Nutrição:

Ele tem tendência a ganhar peso, e o ganho de peso pode levar à displasia do quadril. Recomenda-se atividade física regular e alimentação balanceada.

♦ Raça:

Os gatos noruegueses da floresta atingem seu crescimento total aos três a quatro anos de idade. Sua pelagem começa a se desenvolver na idade adulta, pois nascem com pelos curtos e macios.

♦ WC:

Recomenda-se evitar emaranhados, escovar pelo menos três vezes por semana. Durante a época de muda, a frequência desta prática deve ser aumentada.

Todas as raças de gatos 2022 (A - Z)

♦ Curiosidades do Gato Norueguês da Floresta:

O gene de pelo longo é recessivo, portanto, mesmo que acasalem com gatos de pelo curto, as ninhadas ainda terão pelo comprido.

Não tem medo de água, é um excelente pescador e caçador de presas como lagartos, baratas, ratos e pequenos pássaros.

Há uma história da mitologia nórdica que fala de gatos noruegueses da floresta. Diz-se que dois grandes felinos chamados Trjegul (árvore âmbar dourada) e Bygul (abelha dourada) dirigiam a carruagem da bela e poderosa deusa Freya. Esses felinos eram enormes e fortes, que nem mesmo o deus do trovão Thor conseguiu levantá-los do chão. Esses gatos que transportavam a deusa de um lado para o outro em alta velocidade pelo céu, eram da raça Norwegian Forest.

O seu navegador não suporta frames. Recomendamos atualizar seu navegador.

Siga-nos em nossas redes sociais:

pt_BRPortuguese